domingo, 27 de maio de 2012

As coisas simples





Tem tantas coisas na vida que são simples e por serem assim passam despercebidas, vezes invisíveis, outras nem notáveis. Mas, meus olhos sempre buscam algo mais do que o comum.

Gosto das folhas secas do outono. Da beleza que elas refletem pelo caminho. Gosto de um típico final de tarde de maio, regado a um pôr do sol encantador e aquele frio que trás consigo uma noite calma e inspiradora.

Me encanto com cores, sons e gestos. Gosto do mistério de cada estação, da noite escura e também daquela que é totalmente emoldurada pelo brilho da lua.

O pôr do sol por sua vez, tem um espaço reservado nas minhas preferências, pois ele sempre me motiva a acreditar que cada dia tem que ser vivido de forma única.

Gosto de animais, todos eles. Pois acredito que não existe ser mais sincero. Por mais que alguns sejam traiçoeiros, eles demonstram no olhar o que muita gente não consegue, sinceridade.

Gosto de pessoas simples, mas consigo conviver com aquelas que não se esforçam para conhecer um lado melhor da vida. Como sempre digo, gosto de pessoas com coração, não somente com algo que apenas pulsa em seu corpo.

Gosto das mais simples palavras descritas através do mais puro sentimento. Admiro as frases mais complexas e também as mais simples de entender. Aliás, eu gosto mesmo é de um bom texto repleto de verdades e sonhos.

Enfim, as coisas mais simples são as mais encantadoras por serem admiradas por poucos, desejadas por alguns e notadas pela minoria. Uma minoria assim como eu, que dá valor ao simples e torna ele sua carta referência e sua mais leve inspiração .
 

3 comentários:

Fique mais um segundo... disse...

Oi, Ana, bom dia!!
Para constar em primeiro lugar: simnplesmente perfeita a interação entre imagem e texto! Uma questão de rara sensibilidade.
Ao descrever as coisas de que gosta, procurando ver nelas a simplicidade, você acabou fazendo um lindo desenho de como é. Foi bom demais ler isso.
Bem, também amo as folhas secas do outono. O que quer dizer que somos saudosistas e momentos de melancolia fazem parte de nossa estrutura. As folhas secas do outono são os momentos felizes de nossa vida, transformados em memórias...
E há tanto mais sobre você aí! Mas não quero ser um chato ou petulante. Quero apenas dizer que é sempre bom ler você. Há muito de meigo, de doce, de sensível, de verdadeiro e de simples em seus textos. Por isso, são adoráveis.
Um beijo carinhoso
Doces sonhos
Lello
PS - Ah, sim, para a gente comentar aqui, depois tem que confirmar repetindo umas letrinhas chatas que aparecem. Será que você poderia configurar para não ter que colocar essas letrinhas?! Sujeito chato, né?

ana paula pires costa disse...

oi lello , fico realmente feliz por você ler meus textos com tanto carinho e atenção.
realmente as folha do outono sempre nos traz sentimentos tão surpreendentes e lembranças inapagáveis.
adoro ler os seus textos também e sempre que posso dou uma passadinha me sua página .
e a questão dos comentários eu não tenho certeza mas acho que já arrumei , tentei dá uma formatada e deixar da melhor forma possível.
obrigada por avisar , e você não um chato ta bom? =)
beijos *--*

Fique mais um segundo... disse...

Oi, Ana, boa noite!!
Eu é que agradeço. Seu blog é lindo e é sempre muito bom comentar por aqui. As letrinhas desapareceram! Obrigado!
Um beijo carinhoso
Doces sonhos
seu fã
Lello