sábado, 30 de junho de 2012

Always be happy




Sabe aqueles dias que de alguma maneira transforma a sua vida para melhor , aqueles dias em que você tem certeza , a total certeza de que quando acorda amanhã já não será mais a mesma pessoa? ,pois bem ,é assim que estou me sentindo hoje . Renovada ,mais confiante e com a auto-estima lá em cima .
Fiz alguns exercícios ótimos para a consciência e para o coração .Desejei secretamente tudo que de melhor existe para aquelas pessoas que me magoaram ,me fizeram desmanchar em lágrimas , para aquelas que partiram meu coração .É incrível como tantas pessoas guardam espaços reservados para o rancor ,para a dor , arrependimento,desilusões,desamores e esquecem que ,se hoje você guarda sentimentos ruins, amanhã colherá sentimentos ruins também, se você doa indiferença ,recebe indiferença. É um ciclo que não para,o melhor a se fazer e se livrar do que te faz mal e encarar uma realidade mais doce e mais aceitável.
Sabe aquela caixa com fotos que você tem ? , é , essa mesmo que está cheia de fotos antigas cheia de poeira ,lá bem escondidinha no fundo do seu guarda roupa. Pegue-a e faça uma limpeza ,separe todas as fotos que te trazem boas recordações , fotos com amigos (fala em verdadeiros amigos ) ,familiares ,amores antigos ,guarde essas boas lembranças em um lugar só seu , e as fotos que te trazem certo sofrimento, como aquele antigo amor que não passou de um atraso na sua vida , aqueles falsos momentos de felicidade, aquela foto que te deixa super envergonhada só de lembrar que ela está lá rindo de você . Pegue todas essas fotos e jogue fora , isso mesmo , não tenha medo de se desfazer de tudo que te faz mal , (não tenha dó não , uma revelação hoje é baratinha).
Organize os contatos na sua agenda , se desfaça das antigas cartas que hoje já não significa mais nada para você!
Agora oque relamente importa é querer ser feliz sempre , de um novo jeito ,sem olhar para trás sem mágoa ou arrependimento . É como as folhas do outono ,elas sempre caem mas no lugar nascem outras mais bonitas e vivas . Ser feliz ou não , só depende de nós, da nossa imensa vontade de
se sentir bem a cada dia .

5 comentários:

Jéssica Damasceno disse...

Bom dia Ana,

Obrigada pela visita. Adorei o seu cantinho.

Tenha uma excelente semana.

Abraço

Moni Abrao disse...

Olá Ana,
Obrigada pela visita e por estar seguindo meu blog^^
Seja sempre muito bem vinda e volte sempre que quiser!
Jaá estou te seguindo e desejo muito
sucesso pra ti!
Beijos

Fique mais um segundo... disse...

Oi, Ana, boa noite!!
Por alguma estranha razão, as pessoas guardam o que as fere, magoa ou amedronta. Entre os que estudam essa situação, alguns pensam que isso se dá na esperança de um dia não sofrer mais com aquilo; outros pensam que isso se dá por causa da esperança de que um dia a situação mude... Eu tenho dito que não importa a razão por que se guarda algo que fere, não será nunca uma boa razão. É como quem guardasse o prego que lhe furou o pé, o suco estragado que lhe amargou a boca... Desfazer-se disso é o primeiro passo de autonomia, é a primeira demonstração de liberdade. O que acabou, acabou. E, se foi bom, há uma boa razão para guardar o que traz uma doce saudade; mas se for ruim, se fizer mal, o melhor a fazer é deixar na primeira curva do caminho.
Lindo texto, como sempre, cronista especial.
Um beijo carinhoso
Doces sonhos
Lello

ana paula disse...

Boa noite Jéssica . Fico feliz por ter gostado, seja sempre bem vinda aqui. Uma ótima semana pra você também Abraços !

ana paula disse...

olá moni, boa tarde . obrigada pela visita e por estar seguindo meu blog também, seja sempre bem vinda .
beijos